É tempo da apanha da azeitona

Hoje na Corte da Velha o dia está quente e luminoso, capaz de enganar até as andorinhas que só costumam chegar em Janeiro. Há quem diga que isto do tempo anda trocado mas, apesar disso, as pessoas continuam de roda das oliveiras, devotas na faina de colher aquilo que a terra lhes dá.

Assim continuamos nós, dedicados a promover o encontro à volta dos contos e a recolher o que os homens e mulheres da nossa terra nos oferecem. Semeando, para que no futuro mais histórias se possam colher.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Comentários recentes

Arquivo

Categorias