O nascimento da agricultura

Antes de formarem o mundo, Deus Nosso Senhor juntou-se com o diabo e disseram, é pá, nós vamos morrer à fome, não sabemos fazer nada.

Desceram e acharam ali um belíssimo bocado de terreno, diz um, olha lá isto aqui, isto aqui o quê? Temos que trabalhar isto aqui. Diz o outro, o que é que a gente vai fazer aqui?

Diz Nosso Senhor: – Olha, espera aí! Vamos plantar aqui batatas!

Pois, também está bem. Então cavaram e plantaram lá batatas.

Diz o diabo, olha lá, para tu não dizeres que te vou enganar, é melhor escolheres já a tua parte, olha lá tao bonitas, têm já quase 80 centímetros de alto. Diz-lhe Deus Nosso Senhor assim:

–  Quero aqui a parte de cima, é só florinhas…

– Então eu fico com a parte de baixo, diz o diabo.

– Pronto, ficas com a parte de baixo! Também está bem!

Assim que chegou o tempo, as batatas começaram a cair-lhe a rama, Nosso Senhor foi apanhar aquilo e ficou só com a rama, não ficou com mais nada. O diabo começa a tirar batatas, a tirar batatas, encheu uma mancheia de sacas. Diz Deus Nosso Senhor:

– É pá! Como é que este cabrão me enganou? Ora esta, esta agora é que está boa.

Bem, passaram mais uns tempos, diz o diabo então este ano o que é que a gente vai fazer aqui à terra? Vamos semear trigo. Também está bom.

Semearam trigo. Disse o diabo:

– O ano passado disseste que eu te tinha enganado, este ano escolhes tu outra vez.

– O ano passado fiquei com a parte de cima, este ano quero a parte de baixo, ficas tu com a de cima. Disse Nosso Senhor

Está bem! Foram ceifar, o diabo levou o trigo e ele ficou com as raízes.

Então não está a bonita? Acabaram com o negócio:

– O melhor é entregarmos isto aos trabalhadores!

E foi assim que se começou a desenvolver a agricultura.

Xico Zé

Ledo

1 de Setembro 2020

[O Xico Zé tem uma colecção de histórias acerca das andanças de Deus e do Diabo. Aqui a moral é que o futuro está nas mãos dos homens]

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

00 comments on “O nascimento da agricultura

  • Alice , Direct link to comment

    O diabo é velhaco.. . ainda continuam? É um projecto que quebra,sem dúvida, o isolamento em que estas aldeias e montes se encontram. Ao mesmo tempo contribue para ” avivar memórias ” que estão adormecidas e que é necessário haver incentivos que as desperte.

  • Pedro Bravo , Direct link to comment

    Olá Alice. Continua sim, e há um mundo de histórias para ir transmitindo. Ficaremos muito contentes se as pessoas continuarem a contar após a nossa passagem.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Comentários recentes

Arquivo

Categorias