Quem anda à chuva, conta!

Aqui os dias de chuva são dias desejados.

Antes de chegarmos ao Monte Viegas já o céu prometia chuva, e como preparámos sessão para a rua, ainda pusemos a possibilidade de ter que adiar o nosso encontro. As pessoas podiam até não sair de casa, pensámos….

Começou a pingar ao de leve e, do mesmo modo, as pessoas foram aparecendo, tranquilas, sem receios, e bem dispostas. Com parcimónia, a água continuou a dar o ar da sua graça e houve logo quem nos incentivasse a começar… antes que chovesse mais.

Aqui a chuva é sinal de fortuna, e este foi um encontro muito bem afortunado, pleno de risos, de boa convivência, e de partilha do contar. Escutámos histórias, anedotas e partes, e também relatos de quem ainda conta histórias aos netos.

Com uma rega assim, suave e constante, prevê-se uma colheita auspiciosa.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Comentários recentes

Arquivo

Categorias