Na Corte do Pinto conversámos e ouvimos falar destes cerros.

Foi hoje que, levados pela Universidade Sénior, nos encontrámos com alunas do polo de Corte do Pinto.

A pensar na realização de mais um Terra que Conta, ouvimos contar, mas também contámos umas partes, que é de trocas que vivemos todos. Ainda tivemos vagares de conhecer a aldeia e os lugares, como a Volta Falsa, onde muita coisa aconteceu.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Comentários recentes

Arquivo

Categorias