Cabacinha cabação

Era no tempo dos lobos e a avozinha foi convidada para ir ao casamento de uma neta, mas era muito longe.

Pelo caminho encontrou um lobo que a quis comer, a velhinha disse-lhe:

– Ó senhor lobo, não me coma que eu estou magrinha, agora vou ao casamento da minha neta, e quando voltar venho já mais gordinha.

Então pronto, o lobo deixou-a ir ao casamento da neta. Ela por lá comeu e dançou mas quando chegou o dia de abalar não se atrevia a abalar, agora vou passar a tal sítio está o lobo lá à espera para me comer. O que é que a neta fez? Arranjou uma cabaça muito grande e disse-lhe agora você leva a cabaça e quando chegar à altura mete-se lá dentro começa a rolar e o lobo não se apercebe. Realmente o lobo quando viu passar a cabaça perguntou:

– Ó cabacinha não viste por aí uma velhinha?

A velhinha disse lá de dentro:

– Não vi velha nem velhão, corre corre cabacinha, corre corre cabação! E foi ladeira abaixo sem que o lobo a tivesse conseguido apanhar.

Maria Eduarda

Benviúda

17 de Julho 22

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos recentes

Comentários recentes

Arquivo

Categorias