Anda cá que já tenho aqui uma cadeirinha para ti

– Já tá a sopa feita? Traga uma cadeirinha!

– Oh… não posso estar aqui sentada porque tenho a sopa.

– Ah… raio da sopa!

– Então o que é isto? Como é que é isto?

– Olha, são coisas da vida, histórias… da carochinha…

[Assim se começaram a juntar as pessoas do Espírito Santo, umas chamando as outras, algumas trazendo cadeiras, para si e para os vizinhos que não as podem carregar.

Assim se fez mais um encontro, entre afectos, contos e muito desejo de convívio]

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos recentes

Comentários recentes

Arquivo

Categorias